Santa Vitória

Santa Vitória

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Feliz Ano Novo!

Deus quer nos dar um tempo novo, tempo de graça, tempo de restauração e reconciliação. Reconciliação com nós mesmos, com os irmãos, com nossa família, sobretudo, com Deus.

O caminho para a nossa cura acontece quando aprendemos a rezar uns pelos outros e a pedir e conceder perdão. A Palavra de Deus é clara a esse respeito:''Confessai, pois, vossos pecados uns aos outros e rezai uns pelos outros, a fim de serdes curados'' (São Tiago 5,16a)

Neste final de ano, procure fazer um bom exame de consciência; limpe o seu coração diante de Deus e daqueles que convivem com você. Se for preciso, peça-lhes perdão e não deixe de se confessar com um sacerdote para que possa se abrir para a grande graça que o Senhor tem para você neste novo tempo que se aproxima.

Que o Senhor possa passar pelas nossas vidas hoje - neste ano que está se findando e neste novo ano que está começando - e colher o nosso sorriso, nossa disposição em mudar. Ele nos fez para a felicidade. Traçou um plano de amor para nós. É direito d'Ele colher em nós esses frutos. Jesus em breve virá buscar esses frutos e é preciso que Ele os encontre! E todos nós somos responsáveis por isso. 

Senhor das misericórdias, eu confio em Vós!

Feliz 2013! Que Deus os abençoe!

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

A graça de Deus é para todos!

Quando invocamos o nome do Senhor, Ele se compadece de nossas misérias e se inclina em nossa direção. O amor de Deus é tão grande que Ele vem ao nosso encontro, nos pega no colo, cuida de nossas feridas, restabelece nossa dignidade de filhos e cura o nosso coração de toda desesperança. Se confiarmos os nossos problemas a Jesus e proclamarmos o senhorio d’Ele sobre toda e qualquer situação, não seremos abalados de forma alguma. Vitorioso é aquele que confia no Senhor e não se afasta na hora do sofrimento:

“Em minha angústia chamei o Senhor, bradei a meu Deus”.

O Senhor tem operado maravilhas em nosso meio; tem ocorrido uma clara manifestação do poder de Deus. As pessoas têm testemunhado as curas, os milagres e os prodígios. O nosso Deus não se deixa vencer em bondade, e você não pode se excluir desta graça que vem sendo derramada abundantemente sobre aqueles que confiam n’Ele.

A graça de Deus é para todos! Se você está vivendo alguma situação difícil, não recorra aos homens: aproxime-se do trono da graça e entregue tudo a Deus, que é Onipotente, Onisciente e Onipresente. A libertação tem acontecido em massa e você é convidado para se abandonar nas mãos do Senhor e proclamá-Lo como Senhor de sua vida.

Deus o abençoe!

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Abra-se ao Espírito Santo de Deus

Suponhamos que haja alguém doente, e essa doença esteja atrapalhando sua caminhada. O Senhor, que ama essa pessoa e quer tirá-la dessa situação dolorosa, usa de alguém repleto do Espírito Santo: quem cura não é a pessoa em quem o Espírito se manifesta, mas o próprio Espírito, por meio dela [pessoa]. Alguém desorientado precisa da condução de Deus. O Senhor ama essa pessoa, quer vir em seu auxílio, então se manifesta em alguém repleto do Divino Amigo, para comunicar a palavra de sabedoria, de discernimento, para resolver a situação de ansiedade.

A eletricidade, por exemplo, se manifesta de diversas maneiras, gerando luz, som, calor, gelo... Mas ela não anda sozinha por aí; são necessários fios condutores. Se desligarmos a tomada, acabará a energia elétrica. Acontece o mesmo com o Espírito Santo, que se utiliza de uma rede de pessoas repletas d'Ele, as quais manifestam os dons: ora é uma palavra de sabedoria, ora de profecia; ora é uma cura; ora é um milagre; ora é discernimento; ora é ciência.... de acordo com a vontade do Senhor e a necessidade do povo d'Ele.

Por isso é importante participarmos de um grupo de oração para rezarmos uns pelos outros. Ele [grupo de oração] é como uma piscina cheia de água, cheia do Espírito Santo, onde nos joagamos de cabeça, para ser mergulhados no amor e nos dons d'Ele.

Deus o abençoe!

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

O rosto original de filhos de Deus

Todos nós estamos em restauração. O mundo e o pecado nos deformaram a todos. Então não estranhe a sua situação. Mas não se iluda, não seja ingênuo de pensar que, mesmo tendo vivido tantas coisas erradas no passado, agora, porque você é do Senhor tudo já está resolvido. Está resolvido sim, porque Jesus já nos perdoou e recebemos a semente da nova criatura. Mas há muito ainda para ser restaurado em cada um de nós.

Estamos em restauração como aqueles acidentados das nossas estradas que acabam ficando com o corpo e o rosto deformados. Precisam passar por sucessivas cirurgias plásticas para serem restaurados. Nós estamos nessa situação. Você está nessa situação. Não pare, não desanime. Não olhe para a situação atual. Olhe para aquilo que Deus quer fazer em você: Ele quer devolver a sua face de filho de Deus.

Maria está aí para fazer essa “cirurgia plástica” em todos nós e devolver-nos a integridade do nosso ser de homem e de mulher de Deus. O Senhor quer que voltemos à integridade, isto é, como éramos quando saímos do coração d’Ele.

Nossa Senhora, que é e foi sempre virgem, antes, durante e depois do parto, pode devolver-nos a integridade de homem e de mulher a cada um de nós. Ela recebeu de Deus essa graça, Ela é a Mãe que está realizando essa linda obra: devolvendo-nos o rosto original de filhos de Deus.

Deus o abençoe!

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

É hora de se entregar a Deus!

Graças a Deus, Nossa Senhora está passando e fazendo a “recata”. Por que ficar renitente no seu ressentimento, na sua mágoa? Entregue-se! A Santíssima Virgem está passando e “nos recatando”.

Ela está distribuindo a todos que aceitam a graça do batismo no Espírito Santo de Deus. Não é para os que merecem. É para os que precisam. Não é para os perfeitos. É para os machucados, os doentes... Os estropiados deste mundo. É para mim. É para você! É a sua hora. É o momento de Deus para você. Não deixe a graça passar!

É hora de se entregar a Deus! Entregue, também, as pessoas que lhe causaram decepção. Perdoe! Abra os braços e diga, como Jesus:

“Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem” (Lc 23, 34).

Se o erro foi seu, bata no peito, peça perdão. Reconcilie-se no coração e volte! Volte para a Igreja: você precisa dela. Sim, você precisa da Igreja, porque ela é o hospital onde Jesus recolhe os Seus filhos. Aí é que está o lindo! A instituição criada por Cristo é santa e é destinada para recolher os pecadores e acabar com seus pecados. Por isso, não estranhe encontrar pecados, pecadores e pessoas que erram na Igreja, pois ela é feita para os doentes, como nos ensina o próprio Jesus:

"Não são os sãos que precisam de médico, mas os doentes. Eu vim chamar não os justos, mas os pecadores, para que eles se convertam" (Lc 5, 31-32).

Deus o abençoe!

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Ouça, leia, medite e viva a Palavra de Deus

"Oxalá, ouvísseis hoje a voz do Senhor! Não fecheis os vossos corações". Sempre que deparo com esta Palavra, que está no livro de Jeremias, fico tocado: "Ouvi a minha voz, assim serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo; e segui adiante por todo o caminho que eu vos indicar para serdes felizes" (Jr 7,23).

Nós não ouvimos as palavras de Deus por causa do nosso coração rebelde, empedrado, orgulhoso. Mas o Senhor nos revela que não deve ser assim, pois dessa forma, não seremos felizes. "Segui adiante por todo o caminho que eu vos indicar para serdes felizes".

Não fechem os seus corações; ao contrário, ouçam todos os dias a Palavra do Pai e estejam atentos a ela. Você tem a graça de ouvir a voz de Deus nas Celebrações Eucarísticas, nas pregações, nos retiros, nos grupos de oração. Aproveite e, além de ouvi-la proclamada, rezada, abra o coração, pois assim ele vai ficando cada vez mais aberto e dócil à vontade divina. Você precisa ouvir, ler, meditar e viver a Palavra de Deus. Nós gastamos a vida, investimos, vamos fundo na evangelização porque acreditamos numa humanidade renovada pelo Espírito Santo de Deus! Porque sabemos que isso é verdade da Bíblia, doutrina da Igreja.

"A verdade do mundo passa e tudo o que há nele. Mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre" (I Jo 2,17).

Deus o abençoe!

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Eu me decido a não pecar!

“Não vos enganeis, meus irmãos muito amados” (Tg 1,16).

Ceder à concupiscência qualquer um o faz. Isso é muito fácil. Mas aqueles que são realmente homens e mulheres de Deus vencem a tentação movidos pela vontade de dar ao Senhor a vitória. O inimigo de Deus sabe que tudo está em nossa vontade, somos nós que decidimos; assim como sabe que somos fracos. Por isso decidiu miná-la e anular nossa capacidade de decisão. Muitos acabaram “indo na onda” dos outros e se afundaram.

Peça ao Senhor que fortaleça sua vontade. Abra o coração para que o Divino Espírito Santo lhe revele as concupiscências que pesam sobre você, fazendo esta oração:

"Eu me decido por Ti, Senhor: Pelos teus caminhos e pelas tuas leis. Eu me decido a não deixar que a concupiscência seja fecundada em mim. Dá-me, portanto, Senhor força de vontade. Dá-me a graça da decisão. Eu me decido a não pecar. Mesmo que eu sinta a força da concupiscência em mim, querendo me arrastar, eu não vou ceder. Eu sou “terra boa” e não posso produzir maus frutos. Não posso produzir pecado em minha vida. Só tuas sementes podem florescer em mim. Sei que cedi à tentação muitas vezes, e por isso, minha vontade se enfraqueceu. Peço: fortalece minha vontade. Dá-me a graça de não pecar. Senhor, eu me decido por Ti! Amém".

Deus o abençoe!

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Onde encontrar refúgio?

A nossa vida passa por fases, e cada uma é diferente da outra, mas todas são necessárias. Em determinados momentos, encontramo-nos em situações que fogem totalmente ao nosso alcance. Sendo assim, precisamos recorrer a quem pode nos ajudar a superar o que nos inquieta.
Quando nos percebermos assim, a primeira coisa que precisamos fazer é rezar, derramar o coração diante de Deus e pedir a ajuda d’Ele, porque “mais vale procurar refúgio no Senhor do que confiar no homem” (Sl 117,8).
Derramemos, hoje, o nosso coração na presença de Jesus e tenhamos confiança na Sua misericórdia.
Obrigada, Senhor, porque podemos contar sempre Contigo!
Jesus, eu confio em Vós

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Os Sete dons do Espírito Santo


Hoje quero colocar uma instrução sobre os dons do Espírito Santo, primeiramente para que estes dons? Os dons do paráclito, são uma forma de compenetrarmos nos mistérios de Deus, e assim conhecê-lo cada vez mais por meio destes dons, e não somente isso, como também utilizando-os para o bem comum, do irmão necessitado! Os dons são para todos, não existe distinção. Todos nós, filhos de Deus, somos escolhidos para sermos dotados com os dons celestiais. E o Espírito Santo revela todas as verdades sobre os mistérios de Deus! Conheça, e aprenda.
Deus abençoe

SABEDORIA: Pelo dom da sabedoria buscamos não a sabedoria do mundo, mas aquela Verdade que se identifica com o Sumo Bem e que nos torna felizes, porque nos enche de alegria o coração, como disse Jesus: Quando fordes presos, não vos preocupeis nem com a maneira com que haveis de falar, nem pelo que haveis de dizer. Porque não sereis vós quem falareis, mas é o Espírito do vosso Pai que falará em vós (Mt 10,19-20).
ENTENDIMENTO: É o dom divino pelo qual aceitamos as verdades reveladas por Deus. Mesmo não compreendendo todo o Mistério, entendemos que ali está a certeza de nossa salvação porque é verdade que procede de Deus infalível. Disse Deus pelo profeta: Eu vos darei um coração capaz de conhecer-me, e de saber que sou Eu o Senhor. Eles serão o meu povo, e eu serei o seu Deus, porque de todo o coração se voltarão para mim (Jr 24,7).
CONSELHO: É a luz que o Espírito nos dá para distinguir-mos o certo do errado, o verdadeiro do falso, e assim orientarmos acertadamente a nossa vida e a de quem nos pede conselho. Sobre Jesus repousou o Espírito Santo, e lhe deu em plenitude esse dom, como havia profetizado Isaías: Ele não julgará pelas aparências, e não decidirá pelo que ouvir dizer, mas julgará os fracos com eqüidade e fará justiça aos pobres da terra . . . (Is 11,3-4).
FORTALEZA: É o dom da coragem para se viver fielmente a fé no dia-a-dia, e até diante do martírio se for preciso. Assim disse o Espírito à Igreja de Esmirna: Nada temas ante o que hás de sofrer. Por estes dias o demônio vai lançar alguns de vós na prisão, para pôr-vos à prova. Tereis tribulações durante algum tempo. Sê fiel até à morte, e te darei a coroa da vida (Ap 2,10).
CIÊNCIA: Não é a ciência do mundo, mas a ciência de Deus. A Verdade que é Vida. Por esse dom o Espírito Santo nos indica o caminho a seguir na realização de nossa vocação, pois o Espírito penetra tudo, mesmo as profundezas de Deus . . . As coisas de Deus ninguém as conhece a não ser o Espírito de Deus (1 Cor 2,10-11).
PIEDADE: É o dom pelo qual o Espírito Santo nos dá o gosto de amar e servir a Deus com alegria. Por ser o Amor do Pai e do Filho, o Espírito Santo nos dá o sabor das coisas de Deus. São Paulo escreveu: A respeito dos dons espirituais, irmãos, não quero que vocês permaneçam na ignorância. Vocês bem sabem que, quando vocês eram pagãos, eram facilmente atraídos para os ídolos mudos. Por isso eu lhes declaro: todo aquele que é agora conduzido pelo Espírito de Deus não pode blasfemar contra Jesus. Bem como ninguém poderá dizer convictamente Jesus é o Senhor, a não ser movido pelo Espírito Santo (1 Cor 12,1-3).
TEMOR DE DEUS: Este dom do Espírito Santo não significa medo de Deus, mas um amor tão grande que queima o coração de respeito por Deus. Não é um pavor pela justiça divina, mas o receio de ofender ou de desagradar a Deus. Por isso Jesus teve sempre o cuidado de fazer em tudo a vontade de seu Pai, como Isaías havia profetizado: Sobre Ele repousará o Espírito do Senhor, Espírito de sabedoria e de entendimento. Espírito de prudência e de coragem, Espírito de ciência e de temor do Senhor (Is 11,2).

Jesus nos dá a vitória sobre as tentações

São Francisco de Assis enfrentou a tentação, de maneira agressiva, por duas vezes. Uma das vezes, quando sentiu o fogo da tentação, passou dias lutando contra a concupiscência dentro de si. Quando ele não aguentava mais, jogou-se em roseiras cheias de espinhos. Ele deu a vitória a Jesus, e Jesus deu a vitória a ele. Hoje, em Assis, ainda vemos essas roseiras que não têm mais espinhos. Aqueles espinhos foram embora porque a intercessão de Cristo uniu-se à vontade firme desse grande homem de Deus em dizer: “Não! Eu não peco!”

Da outra vez, Francisco foi novamente tentado, violentamente, em sua concupiscência. Tudo começou com um sentimento bom: o desejo de ser pai. Enquanto ele olhava para um bonequinho de neve que havia feito, a concupiscência dentro dele o provocava: “Você poderia ser pai de uma criatura assim, muito mais bonita do que essa”. Quando ele percebeu a violência da tentação agindo sobre sua sexualidade, empurrando-o para o pecado, ele não teve dúvida: tirou a roupa e rolou na neve para apagar o fogo provocado por ela. Isso é que é ser homem. Isso é que é ser santo!

A concupiscência pode afoguear seu corpo, seus sentimentos, seus afetos, sua imaginação... Mas você não precisa nem deve ceder! Não pode deixá-la se enraizar no coração. Peça ao Senhor que fortaleça sua vontade. Abra o coração para que o Divino Espírito Santo lhe revele as concupiscências que pesam sobre você. E reze, lute, adore, comungue e se confesse!

Deus o abençoe!

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

O matrimônio do cristão



Os casais devem se amar como Cristo ama Sua Igreja
A diferença é brutal. Pelos anos 70, qualquer paróquia de médio porte alcançava um patamar de 500 casamentos por ano. Hoje, a média se concentra ao redor de uma centena anual, no máximo. Durante décadas, nós criticamos o luxo e a ostentação nas celebrações matrimoniais (todas querendo imitar a riqueza da família real inglesa). 
O motivo dessas observações era que tais exageros envergonhavam os pobres que, por essa razão, preferiam não casar na Igreja. Analisando as eventuais razões que levaram a essa amnésia da graça sacramental de Cristo, poderíamos facilmente detectar as seguintes: laicização da vida religiosa. Trata-se de um problema de fé. Um dos noivos, ou os dois, não descobrem sentido no ato religioso.

Assim se ouve um vago propósito de “casarem-se mais tarde”. Mas, de momento, quando muito, casam-se só no civil. Outro motivo é o de deixar uma porta aberta para um eventual novo casamento. Como o casamento religioso tem uma força moral enorme para selar uma “aliança eterna”, então, para descomplicar uma eventual nova experiência, evita-se a celebração religiosa que poderia exigir grandes manobras burocráticas. “O que Deus uniu, o homem não separe” (Mt 19,6).
A nossa juventude católica, que não se une pelo sacramento do matrimônio, precisa crescer na fé. Deve saber que a cerimônia religiosa pode ser um momento de grande graça de fidelidade e de amor que o Cristo quer conceder aos noivos. Não casar pode ser sinal de perder uma grande bênção do Pai Criador. E por outra, não querer se vincular pelos laços sagrados do matrimônio, pode significar que a confiança recíproca ainda não atingiu a maturidade. Devem prolongar o tempo de conhecimento recíproco, e só depois “ajuntar os trapos”. 
Mas devem se casar na igreja para terem aquela bênção especial, que os faça acreditar na sua sublime missão de participar da obra da criação. Para o mundo inteiro, aqueles que “casam no Senhor” são praticantes do amor que Cristo tem pela Sua Igreja. E tem uma garantia de Cristo: “O Senhor é fiel, Ele haverá de vos dar forças e vos preservar do mal”  (2Tes 3,3).
Dom Aloísio Roque Oppermann scj
Fonte: canção nova

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Cristo, o nosso único juiz

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: "Sede misericordiosos, como também o vosso Pai é misericordioso. Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai, e sereis perdoados. Dai e vos será dado. Uma boa medida, calcada, sacudida, transbordante será colocada no vosso colo; porque com a mesma medida com que medirdes os outros, vós também sereis medidos" (Lc 6,36-38).

Veja bem: o Senhor está sendo muito claro conosco neste dia! Colaboremos com Ele assumindo em nós os sentimentos d'Ele, sendo canais da Sua misericórdia para com aqueles que encontrarmos nesta jornada.

Busque ver além daquilo que aparenta ser e procure contemplar no outro a obra de Deus! Ele é o nosso único juiz. Nele encontramos a solução para todas as coisas.

Antes de julgar, procure saber o que Deus quer lhe ensinar com a situação em questão. Não se esqueça de que estamos sempre aprendendo algo novo!

Deus o abençoe!

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Monte do Galo em Carnaúba dos Dantas recebe milhares de Romeiros no dia de Santa Luzia e São Bento


13122012842Romeiros visitam o Monte do Galo em Carnaúba dos Dantas neste dia 13 em homenagem ao dia de Santa Luzia e São Bento.
Vindos de várias cidades da região e  principalmente do vizinho estado da Paraíba, os romeiros aproveitaram o dia santo para prestigiarem o encerramento da festa de Santa Luzia e São Bento no bairro Dom Adelino, município de Carnaúba dos Dantas - RN.13122012847 Esse ano a organização do evento fará o encerramento da festa na Quadra de esporte Vereador Chico Henrique no  Bairro Dom Adelino Dantas.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

A simplicidade da santidade

Geralmente imaginamos que o santo seja um ser do outro mundo. Mas é nos fatos simples da vida cotidiana que nos tornamos santos. Por essa razão, fiquemos atentos como nos comportamos no dia a dia.
Você pode se perguntar: Eu sou uma pessoa autêntica? Da mesma forma que ajo quando estou diante das pessoas, ajo quando estou sozinho? A minha intenção em ajudar o próximo é reta ou quero me beneficiar de alguma forma? Trato as pessoas do mesmo modo que eu gostaria de ser tratado ou só penso em mim mesmo? Tenho o hábito de falar a verdade ou vivo sempre com mentiras no bolso? E por aí deve seguir o nosso questionamento.
Procedamos hoje como verdadeiros filhos de Deus meditando com a ajuda dessa passagem bíblica: “Outrora éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor: comportai-vos como verdadeiras luzes. Ora o fruto da luz é bondade, justiça e verdade” (Efésios 5,8-9).
Senhor, dá-nos a graça de vivermos a santidade própria deste dia.
Jesus, eu confio em Vós!

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Precisamos levar os nossos para o céu

A Palavra de Deus é sempre linda, mesmo quando precisa ser severa. Veja que beleza este Evangelho:"Não se perturbe o vosso coração, tendes fé em Deus, tendes fé em mim também" (Jo 14,1). Humanamente falando, seria uma ousadia para aqueles que viam Jesus como um homem ter fé também n'Ele. O Senhor estava lhes mostrando, continuamente, quem Ele era. No entanto, Ele não era o Messias esperado pelo povo judeu. Eles esperavam alguém que "virasse a mesa" e os fizesse soberanos de todos os povos. Porém, Jesus era um Messias totalmente diferente. Ele era o próprio Filho de Deus enviado por seu Pai, por isso pode dizer: "Tendes fé em Deus e também em mim". 

Meu filho, minha filha, Jesus foi à frente, pois só Ele poderia abrir o caminho para você e para cada um dos seus. Aí está a nossa responsabilidade. Há uma morada no céu para você e para seus pais, para cada um de seus filhos, sobrinhos, enfim, para os seus. Não apenas para aqueles que convivem conosco no âmbito familiar, embora sejam eles pelos quais temos mais responsabilidades. 

Você vai querer estar na casa do Pai sozinho? Enquanto seu marido ou sua esposa está morando em outro lugar? Claro que não! É por isso que Deus uniu vocês. É por isso que lhe deu seus filhos, amigos, entre outros. Para que os leve para o céu junto com você! Reze por eles! Não desista de ninguém! 

Deus o abençoe

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

É preciso evangelizar oportuna e inoportunamente

O Senhor é irrevogável, Ele não revoga nenhum de seus dons e nenhum de seus chamados. Na Carta aos Romanos, Ele diz que os judeus vão se converter em massa. É isso o que nós estamos aguardando e já temos maravilhosos sinais disso. Os judeus messiânicos – aqueles que acreditam que Jesus é o Messias, o Filho de Deus – são um povo-semente para que outros judeus acreditem em Cristo como um enviado por Deus. Os Atos dos Apóstolos nos dizem que eles só pregavam aos judeus, mas alguns, que foram para a ilha de Chipre, a Antioquia, pregaram também aos pagãos. Foram corajosos. O bonito é que estes começaram a aceitar, cada vez mais, a Palavra de Deus.

No entanto, os pagãos não sabiam nada de Bíblia. Falar para eles que Jesus era o Messias, não significava nada. Então, os cristãos, cheios do Espírito Santo, usavam todos os dons d'Ele para os converter. É por isso que eram chamados de carismáticos. E ao mostrarem a eles, pela Palavra de Deus, que Cristo era o Messias esperado, eles se arrependiam, eram tocados, abriam o coração e se convertiam. Nós temos de fazer o mesmo – oportuna e inoportunamente – para que o mundo creia e seja salvo!

Deus o abençoe!

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Deus tem investido seus dons em nós

“O primeiro se apresentou e disse: ‘Senhor, a tua moeda rendeu dez moedas’. Ele lhe disse: ‘Muito bem, sevo bom! Já que foste fiel num negócio pequenino, recebe autoridade sobre dez cidades’. O segundo veio e disse: ‘A tua moeda, senhor, produziu cinco moedas’. Ele disse do mesmo modo a este: ‘Quanto a ti, toma a direção de cinco cidades’. Um outro veio e disse: “ Senhor, eis que aqui a tua moeda, que eu tinha posto à parte, num pano. Eu tinha medo de ti, porque és um homem severo: tomas o que não depositaste e ceifas onde não semeastes” (Lc 19,16-21).

Deus quer rendimento, portanto, não investe à toa. Ele sabe que podemos render. E o que Ele investe em nós não é coisa nossa, não é talento humano. São dons d’Ele, os dons do Espírito Santo.

”Ele lhe disse: ‘É segundo as tuas próprias palavras, servo mau, que eu te vou julgar. Tu sabias que eu sou um homem severo, que Omo o que não depositei e ceifo o que não semeei. Então, por que não depositaste o meu dinheiro no banco? Ao voltar, eu o teria recuperado com juros’. Depois, disse aos que estava ali: ‘Tirai-lhe a sua moeda e dai-a ao que tem dez’. eles lhe disseram: ‘Senhor, ele já tem dez moedas!’ – ‘Eu vos digo: a todo homem que tem será dado; mas, ao que não tem, mesmo o que tem lhe será tomado” (Lc 19, 22-26)

O que o Senhor quer é que seus bens rendam. Ele os tirou do preguiçoso, do medroso e os deu na mão daquele que tinha dez. E por que tinha dez? Porque trabalhou, investiu, fez mais que todos os outros. Fez com que rendessem.

A justiça de Deus é esta: fazer render os seus dons, os seus talentos. Meu irmão, você não pode mais se guardar, reservar os seus dons só para si! Reservá-los para quê? Para acabar nesta terra? Para não ressuscitar quando Jesus vier? Para ter de esperar o julgamento final por não ter se gastado agora pelo Reino?

Deus o abençoe!

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

A necessidade do perdão entre pais e filhos

Pais e mães abandonados pelos filhos, eu lhes digo: é vontade de Deus – para a felicidade e a necessidade de todos vocês – que lhes concedam o perdão. Que o amor de vocês, mesmo sofrido, seja um "dreno" para retirar todo o mal que já foi feito, para que o amor entre vocês seja recuperado. Seja o que for que tenha acontecido, perdoem. Clamem pela misericórdia divina. Por causa das suas lágrimas, unidas à oração, o Senhor atende ao pedido de vocês.

Há também filhos que precisam perdoar aos pais. Pode ser que estes continuem no erro, no vício do álcool, no adultério, ou talvez tenham abandonado a família ou sejam violentos... Como essas coisas ferem! Eu digo a mesma coisa para vocês: É momento de lhes perdoar. Perdoar pelas palavras pesadas trocadas e por todos os atos que causaram dor, revolta e mágoas.

Talvez seus pais já tenham morrido e vocês nem tiveram oportunidade de lhes pedir e conceder perdão. Mas Deus liga o céu à terra, é a hora do perdão. Por mais doloroso que seja, perdoem. É necessário o perdão para que haja a "drenagem" de tudo aquilo que está "estragado". Deixem Deus realizar isso em vocês. Deem essa chance para eles, para que a misericórdia de Deus possa atingi-los e tirar toda “infecção” e salvá-los. O perdão é a maior manifestação de Deus que passa em nós e transforma tudo.

Deus o abençoe

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Como anda a qualidade da sua vida cristã?

Quando Paulo e Silas foram presos e açoitados, de repente, todas as portas se abriram e as correntes se soltaram. E o carcereiro, quando veio verificar o que estava acontecendo, viu que todos estavam lá. A linguagem e o canto dos apóstolos tocaram o coração de todos os prisioneiros, principalmente, o coração dos carcereiros. Ele [carcereiro] colocou-se diante dos apóstolos, de joelhos, e lhes perguntou: “Senhores, como faço para ser salvo? Paulo, então, lhe respondeu: 'Crê no Senhor Jesus, e sereis salvos tu e todos os de tua família'” (At 16,31).

Hoje é o dia de assumirmos que cremos no Senhor Jesus. Precisamos assumir a nossa vida cristã e vivê-la com radicalidade. Se você aguentar firme, meu filho, aquilo que está prometido por Deus acontecerá na sua vida. Assuma isso, porque muitos ficam preocupados pela salvação dos seus, mas a grande garantia para que eles, e também nós, sejamos salvos é a nossa vida cristã assumida para valer. Quanto mais você lutar para viver a santidade, mais estará garantindo a salvação para você e para toda a sua família.

Naquela mesma noite, Paulo e Silas batizaram a família do carcereiro e fizeram um jantar, uma grande festa, pois a salvação entrou naquela casa. Hoje é o dia que o Senhor fez para que a salvação entre em sua casa. Isso depende muito de você, da qualidade da sua vida cristã.

Diga para o Senhor do fundo do seu coração: "Primeiro, Senhor, eu creio nisso. Segundo, eu assumo essa verdade. Terceiro, Senhor, eu assumo essa responsabilidade. Sei que a minha salvação e a salvação da minha família dependem da qualidade da minha vida cristã. Senhor, eu quero e preciso ser salvo e comigo toda a minha família. Amém".

Deus o abençoe!

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Nossa linguagem deve ser de amor, louvor e adoração

O grande ensinamento de Jesus é o amor a Deus e ao próximo em todos os momentos, sejam eles tristes ou alegres. No entanto, quando passamos por problemas, infelizmente, a nossa linguagem é negativa, de aborrecimento, mal-estar e revolta, porque a boca fala daquilo de que está cheio o coração. Infelizmente, não assumimos a dor e o sofrimento. Nós não precisamos procurar pelos problemas, mas eles acontecem. Nessa hora, um espírito de revolta vem até nós e a nossa linguagem corresponde a esse sentimento.

Mas a Palavra de Deus nos diz que nos momentos difíceis nossa linguagem também deve ser de amor, de louvor e de adoração. Pode parecer absurdo, mas é a realidade do Evangelho. É uma situação na qual o Evangelho contrasta com aquilo que é humano em nós. Muitos de nós já estamos acostumados a uma linguagem de reclamação, de crítica, de mal-estar; parece que temos de mostrar (e falar) que estamos com problemas, passando por uma situação difícil.

Não, meu irmão; não, minha irmã! Precisamos de palavras de louvor. Sempre! Essa linguagem de reclamação, não podemos e não queremos ter.

Ore comigo: "Espírito Santo, eu não quero continuar com esse mau hábito de reclamar. Eu quero aprender uma linguagem de louvor e continuar bendizendo tudo e todos. Quero uma linguagem nova, um coração novo. Vem, Espírito Santo, e opera essa grande graça em mim. Amém".

Deus o abençoe!

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Amar e rezar é o segredo dos santos

"Nas vossas orações, não multipliqueis as palavras, como fazem os pagãos que julgam que serão ouvidos à força de palavras" (Mateus 6,7).

O Senhor nos ensina como nos dirigir ao Pai. Rezar não é citar fórmulas, multiplicar as palavras e os pedidos, mas acima de tudo, abrir o coração e falar ao Senhor. É no recolhimento – no silêncio – que encontramos com o Senhor por meio da oração e da adoração.

Muitas vezes, até que o Senhor nos atenda, é preciso "bater na mesma tecla", insistir na mesma oração e acreditar que, no momento certo, a Divina Providência acontecerá em nossa vida.

O primeiro ensinamento de Jesus com relação à oração foi chamar a Deus de Pai: "Que não se faça a minha vontade, mas a sua". Que não aconteça como eu quero, mas como Deus quer. Cristo nos ensina a bendizer o nome do Senhor. É preciso rezar o Pai-Nosso, assim como outras orações, não como uma simples repetição de palavras, mas meditando cada palavra com muito amor, sabendo e saboreando o que estamos rezando. É a oração completa, nela contém toda a graça do nosso crescimento espiritual.

Rezar e amar; amar e rezar é o segredo dos santos.

sábado, 1 de dezembro de 2012

E se não houver solução?


Problemas sem solução já estão resolvidos! E esta é uma orientação para quem acabou se acostumando com uma vida pautada na busca de soluções para os problemas.
Pensar que existem problemas sem solução, é um modo corajoso, inteligente e simpático de contemplar a beleza da vida, a multiformidade das pessoas, e o fato de que a vida não é feita somente de problemas.
Não vamos desanimar de nada e nem de ninguém, mas vamos desenvolver a capacidade de compreender a vida além do que a gente vê.
Quem vive assim, sabe sorrir!
Deixa quieto! Tem coisa que não muda!

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Nós nunca estamos sozinhos

Esta é a grande verdade do Cristianismo: Jesus, que ressuscitou, está no meio de nós. Quero esclarecer bem: esta não é apenas uma maneira de falar, nem simplesmente uma expressão poética. Esta é uma realidade. Até a Ressurreição, Jesus tinha um corpo como o nosso e por isso ocupava um lugar e não podia estar em vários lugares ao mesmo tempo. Mas depois da Ressurreição, com seu corpo, agora glorioso, Jesus pode estar ao mesmo tempo em todos os lugares. Não somente Ele pode estar, mas Ele faz questão de estar com os seus.

Quando você está em casa, ocupando-se dos seus afazeres domésticos, o Senhor está com você. Quando você trabalha numa empresa, no comércio, no campo, Ele está ali presente, juntinho com você. Quando você está alegre, Ele se faz presente. Mas quando você está triste e chora, com mais razão ainda, Ele se faz um com você. Ele é o primeiro a se alegrar com os que se alegram e a chorar com os que choram. Mesmo quando você erra e peca, quando você não consegue superar um vício, não consegue se libertar de uma situação que o amarra e escraviza, quando você desobedece e se revolta, Ele está com você. E se entristece com a sua situação... mas Ele permanece ali, juntinho com você, para lhe estender a mão, para lhe dar coragem, para levá-lo à libertação.

Nós nunca estamos sozinhos. Em toda parte e em qualquer situação, “Ele está no meio de nós” e participa concretamente da nossa vida.

Deus o abençoe!

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Na adoração, o Senhor limpa nosso interior

A impressão que temos, hoje, é que o mundo foi nos tirando a sensibilidade a Deus. Chamo à atenção daqueles que assumiram uma consagração, e ao longo dos anos, foram se tornando insensíveis ao Senhor; Ele foi se tornando apenas “algo mais” nas vidas dessas pessoas.

Estamos sendo agredidos pelo mundo anticristão, mas não podemos ser ingênuos. É por isso que precisamos de Jesus na Eucaristia, na oração, por meio das quais nos unimos a Ele. Precisamos adorar o Santíssimo Sacramento, porque é na adoração, principalmente, que vamos limpando o nosso interior, a nossa alma, o nosso espírito violentamente atingido.

Jesus acrescenta algo muito importante para nós: "Se alguém ouvir as minhas palavras e não as observar, eu não o julgo, porque eu não vim para julgar o mundo, mas para salvá-lo" (João 12,47). Cristo continua presente neste mundo e fala a ele através de nós. Se não falarmos, Deus não tem meios para falar, pois somos a boca, o coração de Jesus para este mundo.

Deus o abençoe

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Deus espera sua decisão

Se você está com sede, não basta colocar água na boca e não engolir. Chega um momento em que é necessário engolir. Se não der um gole, você não mata sua sede e será totalmente inútil ter água na boca. Com a decisão é a mesma coisa. Decidir é uma coisa totalmente pessoal. É você quem decide. Decidir amar, decidir perdoar, depende de você. Na hora em que se decide o Senhor lhe dá a graça e a possibilidade. A graça vem de Deus, mas a decisão depende de você. A graça é acionada por sua decisão de amar e de perdoar. Você decide e Deus opera.

Decido-me a perdoar: "Vem, Espírito Santo, arranca do meu interior toda a raiz da amargura, da decepção, da tristeza, do abatimento e do desânimo. Quero perdoar minha mãe, meu pai, meus irmãos, minhas irmãs. Quero perdoar meus parentes e amigos. Eu me decido a perdoar. Eu me decido a amar. Derrama, Senhor, sobre mim o Espírito Santo e dá-me a graça da decisão de perdoar, de amar. Quero perdoar a pessoa com quem me casei, apesar de tudo aquilo que fez. Quero perdoar todas as pessoas que agora vêm à minha mente. Aqueles que me prejudicaram, me ofenderam e falavam mal de mim, de minha família... Derrama, Senhor, Teu Espírito Santo, para que meu coração seja profundamente curado e que eu possa dizer com a vida: 'Eu quero amar, eu quero ser aquilo que Deus quer, sozinho eu não posso mais...' Eu me decido a amar. Eu me decido a perdoar".

Onde há vontade, existe um caminho. Deus espera sua decisão.

Deus o abençoe!

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Jesus Cristo é o meu Senhor!

“Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível e, de repente, você estará fazendo o impossível" (São Francisco de Assis).

Volto a repetir: Para nós católicos está sendo uma vergonha como estamos vivendo os domingos e os feriados santos, pois para muitos de nós esses dias são sinônimos de festas, viagens e descanso. Estamos os vivendo de qualquer jeito, por isso a Nova Era vem tomando conta desses dias. Mas também há aqueles que os vivem adequadamente, mas Cristo não é o Senhor em suas casas; de forma que estão vivendo uma farsa, esquecendo-se de que a vinda do Senhor está cada vez mais próxima... São como os sepulcros caiados de que falam os Evangelhos.

Precisamos reverter tudo e colocar o Senhor como o primeiro em nossas vidas, proclamando: Jesus Cristo é o meu Senhor!

É preciso que o Senhor seja o Senhor da sua família, do seu trabalho, do seu namoro, matrimônio. De tudo! É necessário "arregaçarmos as mangas". Nós precisamos mudar enquanto há tempo, por isso, peçamos que o Espírito Santo nos ajude.

Deus o abençoe!

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Mensagem de reflexão

EU FIZ DIFERENÇA
Esta é a história de um escritor que morava numa praia tranquila, junto a uma colônia de pescadores. 
Todas as manhãs, ele passeava à beira-mar para buscar inspiração, e, à tarde, ficava em casa escrevendo. 
Um dia, caminhando pela praia, viu um vulto que parecia dançar. 
Ele foi ao encontro desse vulto e ao aproximar-se, encontrou um menino pegando as estrelas-do-mar da areia e jogando-as, uma por uma, de volta ao oceano.
Porque está fazendo isso? - perguntou o escritor. 
Você não vê? - disse o garoto - A maré está baixa e o sol muito quente. Elas secarão com o calor, vão morrer se ficarem aqui. 
Meu jovem, existem milhares de quilômetros de praias por este mundo afora e centenas de milhares de estrelas-do-mar espalhadas por elas. Você joga umas poucas de volta ao oceano...
.Que diferença isso faz? - indagou o escritor. 
O jovem pegou mais uma estrela da areia, jogou-a no mar, olhou dentro dos olhos do escritor e disse: 
-Para essa . . .eu fiz diferença. 
Não importa se o que estamos fazendo vai resolver todos os problemas do mundo. O que interessa é que estejamos fazendo sempre o nosso melhor. Isto é fazer diferença.
Fonte: Site catequisar

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

O amor nos leva à perfeição

"Carregai-vos uns aos outros no amor de Cristo" (Efésios 4,2b).

Eu suspiro por gastar toda a minha vida amando. Você também precisa suspirar para gastar toda a sua vida por amor e no amor. Isso é o essencial. Deus nos dará a recompensa pelo nosso amor. Esta passagem também está ligada a essa: "O amor cobre uma multidão de pecados" (cf. I Pedro 4,8).

Só pelo amor poderemos fazer com que a salvação de Jesus chegue àqueles que amamos e àqueles que passam pela nossa vida. A tentação tem nos enganado dizendo que não podemos confiar nas pessoas, que precisamos cuidar somente da nossa vida. Não! Não é assim que nós cristãos devemos agir e pensar! Deus está nos dizendo hoje: "Carregai-vos uns aos outros no amor de Cristo"!

O amor nos leva à perfeição; nele está a nossa salvação. Deus nos capacitou para amar. Amor que é suporte, amor que perdoa, amor que luta, que exorta, que se alegra, que chora junto, que anima, que não desiste... amar, amar, sempre amar!

Deus o abençoe!

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Rompa com a sua vida velha

Depois que Maria Madalena teve seu encontro com Jesus, ela mudou de vida totalmente. E inaugurou uma coisa que naquele tempo não existia: naquela época, a mulher não tinha nenhum valor, nem discípula poderia ser. Ela rompeu uma barreira, porque naquele tempo discípulos eram só homens; de forma que os mestres só tinham discípulos homens.

Ninguém a chamava com tanta ternura. Na hora em que o Senhor a chamou, ela O reconheceu e Lhe respondeu: “Rabôni”, que significa “Mestre”. E Ele a enviou para ser a grande anunciadora de Sua Ressurreição. "Eu vi o Senhor!" diz ela aos demais depois de ter visto Cristo ressuscitado.

Todos nós erramos em tantas coisas, mas Jesus rompe com a vida velha, basta que queiramos romper com ela também: "Eis que tudo se faz novo, passou o que era velho".

“Quanto a mim, repreendo e corrijo todos aqueles a quem amo" (Apocalipse 3,19).

Deus o abençoe!

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

O que o nosso olhar provoca nas pessoas?

Lancemos hoje um olhar além do que conseguimos ver. Quando vemos uma pessoa, e olhamos para o seu semblante, logo insinuamos alguma coisa, que quase nunca corresponde ao que ela é; o rosto é somente um indicativo, precisamos olhar o coração dela, que muitas vezes está sofrido, angustiado, ferido, maltratado, entristecido e precisando de ajuda.
“O que o homem vê não é o que importa: o homem vê a face, mas o Senhor olha o coração” (I Sm 16,7). Vamos fazer hoje a experiência de pedir ao Espírito Santo a graça de enxergar o coração de cada pessoa que vier ao nosso encontro, de modo que o nosso olhar gere cura e elas sintam-se amadas por nós. Nos evangelhos mostra que quando Jesus olhava para alguém, olhava amando. Senhor, ensina-nos a olhar para as pessoas, como o Senhor olha.
Jesus, manso e humilde de coração, fazei o nosso coração semelhante ao vosso.

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Nosso Deus não é um Deus castigador

Preciso lhe explicar que a ligação entre pecado e doença não é aquela que a nossa cabeça nos mostra. Quantas pessoas pensam que estão doentes porque Deus as castigou. Quem nunca pensou que as doenças e males da sua vida e do mundo são frutos do castigo divino?

O nosso Deus não é um Deus castigador! O que acontece é que infelizmente os nossos pecados, muitas vezes, diretamente já nos causam doenças e problemas. Por exemplo, a pessoa que nutre raiva e rancor acaba com seu fígado, seu estômago, seu sistema circulatório. É uma ligação direta, porque não fomos feitos para odiar.

Você entendeu? Não é Deus que nos castigou, mas nós que, ao vivermos sentimentos e atitudes negativas, damos brecha para o inimigo entrar.

Por isso, vamos nos decidir: Pecado na minha vida, nunca mais! Se eu pecar, não vou ficar nenhum dia em pecado. Vou reconhecer logo a minha culpa e vou me apresentar ao Senhor. Vou me apresentar ao meu Deus, meu Senhor, que é amor, misericórdia e perdão. E na hora em que eu reconhecer isso e me apresentar a Ele eu serei perdoado. É claro que se for um pecado grave, será preciso passar pelo sacramento da confissão. Dessa forma, eu tenho não somente o perdão de Deus, mas um "documento" que prova que Deus me perdoou. A confissão garante o perdão que você adquire ao reconhecer seu pecado.

Não perca tempo. Reconheça-o o mais rápido possível e receba do Senhor a plena purificação dos seus pecados. Apresente-se ao Senhor para viver uma vida nova.

Deus o abençoe!

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Descanse no colo do Senhor

Deus nos tem no colo. Pode descansar, relaxe no colo do Senhor! Eu era gago e por causa de minha timidez me tornava antipático; e veja a transformação que Deus fez em mim. Saiba que você está no colo do Pai e no colo da Mãe da Ternura, os quais o acolhem e podem transformar tudo em sua vida.

"Todas as coisas concorrem para o bem dos que amam a Deus" (Rom 8,28). E se tudo concorre para o nosso bem, acabamos achando que não amamos a Deus e que Ele não nos ama, pois tantas coisas ruins acontecem. Você não precisa ser perfeito, ame no seu “grau”. Basta que você ame! Você olha para o seu casamento, vê tantos erros e acaba se revoltando com Deus. Mas, Ele não se revoltou com você, Ele continua o amando.

Você não é um cachorro vira-lata, mas um escolhido por Deus, com suas qualidades e falhas. Ele só quer que você corresponda ao chamado d’Ele. Se o Senhor fez tudo isso em nossas vidas é porque nós temos correspondido a Ele; mas se não correspondêssemos mais, Ele faria ainda mais.

Deus merece que você dê tudo a Ele, porque Ele deu tudo por você!

Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nov

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Busque a vida nova em Cristo

Um dia, Maria Madalena teve coragem de se aproximar de Cristo para ouvi-Lo de perto, dessa forma, experimentou todo o amor e a misericórdia de Deus. Jesus não a reprovou, por isso, ela pôde sentir Sua misericórdia e vislumbrar a possibilidade de ser diferente. Deixou tudo para trás porque viu que Ele era o Messias anunciado pelos profetas desde Moisés. 

Você também tem essa chance. O seu coração sempre buscou isso, mesmo na vida errada que andava vivendo, desde as coisas do sexo às da mentira, falsidade, orgulho, vaidade, corrupção, entre outras. Você tem agora a oportunidade de deixar tudo isso e buscar a vida nova em Cristo! Hoje o Senhor está lhe dando a graça de romper com a mediocridade.

Hoje, Jesus Cristo ressuscitou você em primeiro lugar e lhe deu uma vida nova. Agora é o dia da salvação para você! Hoje é o dia favorável. Decida-se! E a decisão é só sua, ninguém pode decidir por você. 

"Viva Jesus, que não deixa de consolar quem n'Ele confia e espera!" (Padre Pio de Pietrelcina)

Deus o abençoe!

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

A graça de Deus se manifesta a todo instante


A graça divina se manifesta em nossa vida a todo momento, por isso precisamos ter um coração agradecido. Um dos segredos para vivermos bem a vida, e confiarmos sempre na misericórdia de Deus, é: “Em tudo dai graças, pois esta é a vontade de Deus a vosso respeito” (I Ts 5,18).
É certo que, ao longo do dia, acontecem situações que despertam o pior de nós, mas elas não podem determinar as nossas atitudes, ao contrário, precisamos fazer o exercício de sempre dar uma resposta diferente, por isso, supliquemos o auxílio do Espírito Santo, que se compadece sempre das nossas fraquezas.
Vinde Espírito Santo, vinde com força, vinde com poder!

Eucaristia, comunhão plena com o Senhor

Quem recebe a Eucaristia, recebe o Corpo do Senhor. É o Senhor permanecendo em nós e nós, n'Ele. Pois quando comungamos é a Pessoa inteira de Jesus que recebemos. É Jesus Cristo Ressuscitado, com Seu Corpo glorioso. Entramos em comunhão com Suas chagas, que foram abertas por nós, para curar nossas feridas e as marcas que o pecado deixou em nós.

Comungamos o Coração do Senhor, que amou e que ainda ama a cada um de nós: o mesmo Coração que fora perfurado pela lança. O Corpo de Cristo – presente na Eucaristia – vem atingir pessoalmente o nosso ser em todas as suas áreas.

Quantas pessoas, nos dias de hoje, vivem com depressão, angústias, tensões e insônia. E são dependentes de remédios para dormir e para ter um pouco de tranquilidade por conta disso. Isso tudo é conseqüência do mundo de hoje, da tentação que entra para destruir tudo em nossas vidas. De forma que para suportar a batalha espiritual, na qual estamos envolvidos, precisamos da Eucaristia.

"A minha carne é VERDADEIRA comida e o meu sangue VERDADEIRA bebida. Aquele que come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e Eu nele" (João 6,56).

Deus o abençoe!

terça-feira, 13 de novembro de 2012

O Deus do amor e dos milagres

Por meio de milagres, Jesus quis que percebêssemos que tudo era (e continua sendo!) possível para Deus. Dessa forma, o Senhor mostra ao povo, aos discípulos, aos apóstolos que Ele tinha poder sobre a lei da gravidade, sobre o próprio Corpo, sobre as coisas e pessoas.

Era uma preparação para o que Jesus iria lhes apresentar logo em seguida: Se Cristo fez com o pão e com o Corpo o que quis, multiplicando os pães e andando sobre as águas, por que não poderia fazer do Corpo d'Ele verdadeira bebida, e do Sangue verdadeira bebida?

Irmãos, nosso Deus é o Deus do impossível! É o Deus do amor e dos milagres!

Deus o abençoe!

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Cristo nos quer unidos

Queremos que todos deixem o pecado. Queremos que todos os que participam da nossa comunidade, do grupo de oração, das pastorais sejam santos. Não aceitamos que ninguém dê contratestemunho. Mas, sem misericórdia nada vamos conseguir de positivo. Precisamos ser cheios de misericórdia, pois cada um de nós se encontra em processo de conversão.

É preciso confiar em Deus e acreditar no outro. Como sempre digo: Não podemos excluir nem perder ninguém! O próprio Deus respeita e acompanha o processo duro e demorado da conversão de cada um de nós.

Para conseguirmos vencer os preconceitos e as barreiras que temos em relação aos outros, para termos um coração acolhedor e humilde e para sermos como nossa mãe, a Igreja, necessitamos da Eucaristia. Ela foi instituída para nos unir, por isso, nela precisamos celebrar nossa união. Por essa razão, não podemos celebrar a Eucaristia e alimentar mágoa no coração, porque a Ceia do Senhor é a Ceia do amor e da unidade. Como o próprio Jesus disse – é preciso que deixemos nossa oferta no altar e voltemos para nos reconciliar como nosso irmão.

Estaríamos nos deformando e dividindo a Igreja de Deus se celebrássemos a Ceia do Senhor, desunidos. Nossos corações precisam estar purificados de toda mágoa, ressentimento e rancor, para que então a Ceia do Senhor seja realmente proveitosa para nossa vida presente e para a eternidade.

Deus o abençoe!

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Atenção!se você ainda não fez a inscrição procure Fafá de Ronaldo ou ligue para: (84) 8716-0138.

Estar a sós com Deus Pai

É preciso aprender a ouvir o Senhor para – na orientação d'Ele – recebermos a coragem de que necessitamos para enfrentar as situações e renová-las. É preciso ouvir o Senhor como fez Jesus, naquela madrugada, após ter passado a tarde curando a sogra de Pedro. Quando Ele fez esse milagre, o povo foi todo para a porta da casa desse apóstolo e o Senhor fez inúmeros milagres naquele dia. Na madrugada seguinte, Ele estava com o Pai para ouvi-Lo, para falar com Ele.

Quando os apóstolos chegaram para levá-Lo novamente à casa de Pedro, porque muitos O esperavam lá, o Senhor disse que não iria, porque iriam para outra cidade. Cristo não queria o sucesso, queria apenas cumprir a vontade de Deus anunciando a Boa Nova. Os que O procuraram, naquele dia, puderam ver os milagres, a pregação da Palavra, a evangelização e as curas realizadas por Ele. O Senhor sempre vai à frente para outros lugares, realizar sua missão.

Nós, da mesma forma, precisamos cumprir nossa missão, mas sempre encontrar um tempo para estar a sós com Deus Pai a fim de adorá-Lo, louvá-Lo, ouvi-Lo e bendizê-Lo por tudo e por todos.

Deus o abençoe!

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Rezemos por nossos antepassados

Muitas pessoas acabam recebendo de seus antepassados tendências à depressão, ao furto, ao alcoolismo, ao homicídio, ao homossexualismo, à crueldade... É toda uma carga hereditária que podemos receber dos nossos antepassados. É uma herança do pecado do qual não temos culpa, mas carregamos as conseqüências em nossa vida concreta. O maravilhoso é que tudo pode ser mudado pela intervenção de Deus.

É por isso que precisamos buscar com afinco essa intervenção. A nossa árvore genealógica pode ser mergulhada na redenção de Cristo pela oração e, especialmente, pela oração por excelência: a Santa Missa. Podemos rezar e receber oração por nossos ancestrais que viveram essas situações. Podemos mandar celebrar Santas Missas em intenção deles; de maneira especial se temos conhecimento de situações negativas vividas por eles. Não há nada que não possa ser mudado pela oração. A redenção de Cristo atinge eficazmente o nosso passado.

Portanto, se queremos de fato e buscamos com sinceridade a cura das feridas e marcas que recebemos, por herança, dos nossos antepassados, podemos ser completamente curados e libertos. Por um lado, é imprescindível a intervenção de Deus; mas, por outro, a nossa abertura e a nossa decisão de buscar cura são indispensáveis também.

Deus o abençoe!

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Precisamos mudar de vida enquanto há tempo

O Senhor pode enumerar tudo o que fez em nossas vidas, só o fato de existirmos já é uma graça. Também o fato de nos ter feito cristãos é uma prova das maravilhas de Deus Pai.

Peçamos perdão a Deus por nosso relaxamento e mediocridade; não podemos continuar assim, simplesmente pensar que o fato de sermos honestos, trabalhadores e de uma boa família é o suficiente.

"Perdão, Senhor, por sermos consagrados, participarmos de grupos de oração, mas a nossa vida não corresponder a tudo isso. Eu me arrependo, diante do Senhor, da minha mediocridade e do meu relaxamento". Este também é um ato de misericórdia.

O tempo urge! Precisamos mudar de vida enquanto há tempo!

Deus o abençoe!

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Não se esconda de Deus

Jesus fazia da casa de Lázaro o seu refúgio. Por que isso? Porque Ele é a própria misericórdia. Como já disse algumas vezes, para eles, na época, os leprosos eram aqueles que tinham sofrido a ira de Deus, e Jesus não somente se achegava a eles, mas ficava na casa deles, que eram tidos como impuros, os amava e era amigo deles.

Hoje, o Senhor quer visitar sua casa e a de todos os impuros. Talvez até a sua casa esteja assim, eu não a estou julgando, por isso, acaba sendo um local impuro onde reina uma vida de pecado, de brigas e de falta de perdão e paz; mas o Senhor quer visitá-la; quer visitar e permanecer na casa de todos os impuros.

Ele está visitando os seus, está visitando a sua casa. Não se esconda de Deus, deixe-O ver aquilo que você carrega de fragilidade, de vícios, de misérias. O Senhor quer libertar você. Talvez você carregue sentimentos de culpa, de medo, de ódio... Jesus está visitando você, meu filho, minha filha. Entregue-se a Ele.

Deus o abençoe!

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Exercitemos a nossa vontade


Para conquistar tudo o que quisermos nesta vida precisamos nos exercitar como os atletas que treinam longamente para obterem o domínio do corpo.
Precisamos fazer pequenos exercícios no dia a dia como tomar um banho frio, comer menos ou comer alguns alimentos, mesmo que eles não sejam muito agradáveis ao nosso paladar; falar menos e escutar mais, fazer ao outro o que gostaríamos que fizessem  a nós, ficar atento à necessidade do irmão e tantas outras atividades que o Espírito Santo vai nos inspirar ao longo do dia. Isso, com certeza,  nos favorecerá organizar, regrar e disciplinar a nossa vida.
Muitas vezes somos arrastados de um lado para o outro por coisas que nos dominam, pois não temos forças para enfrentá-las, porque a nossa vontade está enfraquecida. No entanto, com nosso esforço e com a graça de Deus podemos proclamar: “Tudo posso naquele que me fortalece” (Fl 4,13).
Fiquemos atentos a todas as oportunidades que teremos ao longo deste dia para exercitarmos a nossa vontade.
Espírito Santo, ajude-nos a sermos homens e mulheres de têmpera.

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

O dom de línguas não é uma brincadeira

Debochar de um dom de Deus é um sacrilégio. O dom de línguas não fomos nós que o inventamos. Está na Bíblia. É inegável. Esse dom não é brincadeira, é de Deus.

A partir daquele derramamento do Espírito Santo há mais de 40 anos, vários daqueles jovens começaram a orar em línguas. Em várias partes do mundo já se ora assim. Negar esse dom é negar uma evidência. E zombar desse dom é um sacrilégio.

Deus, sabendo que não sabemos nem como orar, nos dá o dom de línguas. Você precisa começar a soltar a sua língua, a soltar os seus lábios. Você dá a partida. O dom da partida é dom de línguas.

Ore em línguas pelo seu marido, filhos, parentes. Use-o na sua "Corinto" [comunidade, família]. E se você mesmo, meu irmão, é a "Corinto" busque primeiro o batismo no Espírito Santo, porque Deus faz coisas maravilhosas por meio desse dom; muitas pessoas têm se convertido e alcançado muitas bênçãos graças a ele.

Vinde, Espírito Santo!

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Em nossa fraqueza necessitamos da Eucaristia

A Eucaristia é o mistério da pobreza. Nela Jesus Cristo se mostra numa extrema pobreza, vindo do céu em auxílio à nossa pobreza.

Em todos os momentos em que a Igreja foi abatida pela heresia, o Senhor a socorreu, pois esta, muitas vezes, ficou totalmente enfraquecida e necessitada. Pois quando isso acontece, a força do inferno é que vem para feri-la [Igreja] e tentar solapar os seus fundamentos. Mas o próprio Jesus afirma: "As portas do inferno não prevalecerão contra ela" (Mateus 16,18).

Ainda hoje o céu continua a vir em auxílio à nossa pobreza todos os dias em que Jesus se dá a nós na Eucaristia. Necessitamos dela a cada dia por causa das nossas dúvidas, da fraqueza de nossa fé e para que nos firmemos no caminho de Deus e em Seus mandamentos. Ela [Eucaristia] é uma necessidade para nossas misérias; e mesmo como nossos pecados, não deixamos de ser filhos de Deus. A Igreja continua sendo mãe e continuamos sendo filhos. Ela não põe ninguém para "fora de casa", não faz nenhum julgamento e não condena ninguém como réu.

Como a Igreja, nós também precisamos ser cheios de misericórdia, por isso, necessitamos da Eucaristia.

Deus o abençoe!

terça-feira, 30 de outubro de 2012

O amor é a resposta que devemos dar

"Aprendei a fazer o bem! Procurai o direito, corrigi o opressor. Julgai a causa do órfão, defendei a viúva" (Is 1,17).

Temos de ser irmãos: advogados uns dos outros. Todos temos falhas e misérias; como sempre digo: "Desculpem-nos o transtorno, estamos em construção". Somos irmãos, todos estamos em processo de recuperação. O amor precisa ser maior que qualquer briga, desentendimento e diferenças de opinião. Não podemos perder ninguém. Nossa palavra pode causar vida ou morte – nós é que a escolhemos. Por isso, quando o irmão errar com você, a palavra de ordem é: "Vai ter com ele (...) se ele te ouvir, terás ganho o teu irmão".

O amor nos cura, nos liberta e nos transforma. Deus é amor! Por isso, só o amor; sempre o amor é a resposta que devemos dar.

Deus o abençoe!

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Educar com amor

Vejam que sábio ensinamento de Dom Bosco: "Assim procedia Jesus com seus apóstolos; tolerava-os na sua ignorância e rudeza, e até mesmo na sua pouca fidelidade. A afeição e a familiaridade com que tratava os pecadores eram tais que em alguns causava espanto; em outros, escândalo, mas em muitos infundia a esperança de receber o perdão de Deus. Por isso nos ordenou que aprendêssemos d'Ele a ser mansos e humildes de coração.

Uma vez que são nossos filhos, afastemos toda cólera quando devemos corrigir-lhes as faltas ou, pelo menos, a moderemos de tal modo que pareça totalmente dominada.

Nada de agitação de ânimo, nada de desprezo no olhar, nada de injúrias nos lábios; então sereis verdadeiros pais e conseguireis uma verdadeira correção.

Em determinados momentos muito graves, vale mais uma recomendação a Deus, um ato de humildade perante Ele, do que uma tempestade de palavras que só fazem mal a quem as ouve e não têm proveito algum para quem as merece" (Trecho extraído do "Ofício das Leituras - Das cartas de São João Bosco").

São João Bosco, rogai por nós para que consigamos educar nossas crianças com amor.

Deus o abençoe!

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

O que significa servir?

Quem ama dá a vida pelos seus irmãos! O primeiro a dar esta prova de amor a todos nós foi Jesus. Essa atitude de dar a vida, que Jesus nos pede, se realiza no dia a dia, por meio dos pequenos gestos, procurando nos colocar a serviço dos irmãos.

A grande iniciativa está no exemplo que Jesus nos dá na Última Ceia, na qual lavou os pés dos discípulos "para que, como eu vos fiz, também vós façais".

Servir significa tornar-se "Eucaristia" para os outros, partilhar de suas alegrias, sonhos, dores e tristezas. É colocar em prática a Palavra de Romanos 12,15: "Alegrai-vos com os que se alegram; chorai com os que choram".

Dar a vida pelo outro é buscar fazer a todos aquilo que gostaria que fizessem a mim. Assim, estaremos realizando o Evangelho de Jesus em nossa vida.

Deus o abençoe!

terça-feira, 23 de outubro de 2012

A verdadeira liberdade está em Jesus!

A verdadeira liberdade não está no mundo e nas coisas dele, mas em Jesus Cristo! Ele é a salvação e é direito de todos os povos conhecê-Lo, pois Ele é a luz das nações. E que todas as nações tenham o direito de conhecer e reconhecer Nosso Senhor Jesus Cristo como o único Senhor e Salvador! E não foram homens que nos apresentaram essa verdade, mas foi o próprio Jesus quem a trouxe do céu. Ele é a verdade.

Neste mundo de morte, cuja mentalidade e cultura são de morte, Cristo é o Caminho, a Verdade e a Vida. Queira caminhar por esse caminho. Jesus é o único Salvador, por isso, queira levar muitos a esse caminho. Todos têm o direito de conhecê-Lo e ser salvos por Ele. Ele é a luz das nações: "Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas, mas terá a luz da vida" (João 8, 12).

Fale de Cristo, do amor de Deus, da salvação do Evangelho – oportuna e inoportunamente – como nos é ensinado na Palavra de Deus por meio de muitos profetas e do grande apóstolo Paulo.

“Proclama a Palavra, insiste oportuna ou inoportunamente, convence, repreende, exorta, com toda a paciência e com a preocupação de ensinar” (II Timóteo 4,2).

Deus o abençoe!

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

A força da oração

Nós sabemos e cremos que tudo é possível para aquele que crê e que tudo pode ser mudado pela oração! No entanto, muitos não conseguem tempo para rezar um terço, para unir a família em oração e para ler a Bíblia. E o pior: Muitas pessoas têm vergonha de Deus! Por isso as coisas vão de mal a pior.

Contudo, para reverter essa situação, tudo vai depender somente de você. Se os outros não querem rezar, disponha-se a fazê-lo e reze você! Nade contra a maré! A Palavra de Deus nos diz que, além dos Anjos de Deus, existe uma multidão de espíritos malignos, de anjos decaídos – que por serem desobedientes e rebeldes – estão também ao nosso derredor. Por isso, irmãos, esta [Palavra de Deus] nos ensina: ''Intensificai as vossas invocações e súplicas. Orai em toda circunstância, pelo Espírito, no qual perseverai em intensa vigília de súplica por todos os cristãos'' (Efésios 6,18).

Não podemos continuar inertes e passivos diante das situações. Isso quer dizer que devemos orar se estivermos alegres ou tristes, com dívidas ou não, desempregados ou bem empregados, chateados ou felizes por causa dos filhos, maridos, chefes; enfim, seja como for, a única coisa que devemos fazer é rezar em todas as circunstâncias. E ''perseverai em intensa vigília de súplica por todos os cristãos'', nestes dias de forma especial.

"De fato, é preciso que perseveres para cumprir a vontade de Deus e alcançar o que Ele prometeu" (Hebreus 10, 36).

Deus o abençoe!

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Retiro para Casais

As inscrições seram até o dia 10/11/12.Maiores informções falar com Fafá ou ligue:(84)8716-0138

A importância de uma fé operativa

A fé é o dom que recebemos no Batismo, dom este que vai crescendo em nós a ponto de se tornar uma fé operativa. Não a fé intelectual que acredita: "Eu acredito que Jesus pode curar" e só. Não, não é assim que o cristão deve pensar. De tal maneira este deve estar convencido do poder curador do Senhor, que sua fé o levará a ser instrumento d'Ele.

O Senhor quer reverter essa situação da descrença e da fé puramente intelectual e nos convencer. Basta que tenhamos uma fé do tamanho de um grão de mostarda (cf. Mateus 17, 20b). Tudo isso depende de estarmos no Espírito Santo e permanecermos n'Ele. Dessa forma, Ele, que tem todos os dons, manifesta-se em nós conforme a necessidade.

Deus o abençoe!

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Quais são os frutos que a nossa vida tem produzido?

Um certo dia, dois discípulos de Jesus, diante de uma situação meio conflitante, perguntaram a Ele: “Senhor, queres que mandemos que desça fogo do céu e os consuma? Jesus voltou-se e repreendeu-os severamente. Não sabeis de que espírito sois animados. O Filho do homem não veio para perder as vidas dos homens, mas para salvá-las” (Lc 9,54-56).
Pelos frutos que a nossa vida tem produzido, podemos identificar qual o espírito que nos anima. Nem sempre somos conduzidos pelo Espírito Santo de Deus, mas “se vivemos pelo Espírito, procedamos também segundo o Espírito, corretamente” (Gl 5,25). O fruto que Ele produz em nós é: “caridade, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, lealdade, mansidão, continência” (Gl 5,22-23).
Olhando para a nossa vida com sinceridade, quais  frutos identificamos: da carne ou do Espírito?
Peçamos hoje a Jesus a graça de sermos animados constantemente pelo Espírito Santo, principalmente em meio às situações conflitantes.
Vem, Espirito Santo!

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Quem realiza a nossa santificação é Deus

"A minha palavra e a minha pregação longe estavam da eloquência persuasiva da sabedoria; eram, antes, uma demonstração do Espírito e do poder divino, para que vossa fé não se baseasse na sabedoria dos homens, mas no poder de Deus" (I Coríntios 2,4).

Deus usa de muitas pessoas para manifestar o poder d'Ele. Isso retrata o que está no início da Carta de São Paulo aos Coríntios. Algumas pessoas pensam que os dons do Espírito Santo de Deus são para algumas pessoas muito especiais, muito bem escolhidas e muito santas. Nós também nos acostumamos a ver os dons do mesmo Espírito na vida dos santos. Vemos dons de milagres, cura, profecia, entre outros, e pensamos que essa graça acontece pela grande santidade de quem os possui; como prêmios divinos. Mas quem nos santifica não somos nós. Não é como o povo diz que quem é santo já nasce santo. Quem faz essa santificação é Deus. Todos os dons vêm do Todo-poderoso. Por isso, o orgulho é tão destrutivo, principalmente o espiritual.

"Recordo-te que tens de reativar o dom de Deus que está em ti" (II Timóteo 1,6).

Deus o abençoe!

terça-feira, 16 de outubro de 2012

CATÓLICOS PARTICIPAM DA ABERTURA DA FESTA DE NOSSA SENHORA DAS VITÓRIAS 2012














Teve inicio nesta segunda-feira (15), a tradicional festa de Nossa Senhora das Vitórias na cidade de Carnaúba dos Dantas/RN. A festa iniciou com uma carreata, saindo em posição do bairro Dom José Adelino Dantas (Monte do galo) até a Igreja Matriz no Centro. 
A bandeira foi hasteada pelo Padre Valdir Waldik, Padre Amaurilo e pelo Prefeito Alexandre Dantas, em seguida aconteceu à celebração da Santa Missa.

É preciso usar a metodologia do Espírito

Alguns homens ousados e fervorosos (cf. Atos, 11, 19-25) foram os primeiros a ter a ousadia de levar o Evangelho do Senhor Jesus aos judeus e a outros povos; e como o levaram! Levaram-no por meio dos dons, dos carismas. É preciso usar a metodologia do Espírito. Era mais fácil levar o Evangelho para os pagãos do que para os judeus, mas eles entraram no coração destes [judeus] pelo poder do Espírito Santo.

É preciso começar a pedir o derramamento do Espírito de Deus como o grande apóstolo Paulo o fez, para evangelizar o mundo pagão em que estamos. É só com a metodologia de Paulo e Barnabé que conseguiremos ter êxito, ou seja, na metodologia do Espírito Santo. Eles conseguiram discípulos de raça e assim se tornaram grandes missionários, evangelizando muitas pessoas.

E do que a Igreja mais precisa hoje é de um novo Pentecostes que nos livre do cansaço, do medo, da falta de fé e do comodismo.

Deus o abençoe!

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Missa e Leilão em prol da FESTA DE NOSSA SRª DAS VITORIAS na residência de Beto de Zé Matias.

image Na noite deste sábado 13 aconteceu na residência de Beto de Zé Matias uma missa com a imagem de Nossa Srª das Vitórias. A missa foi celebrada pelo Padre Valdick e logo após a missa houve uma quermesse e leilão para arrecadar fundos para a festa da Padroeira do Monte do Galo Nossa Srª das Vitórias.
imageimage imageimage

Sejamos apóstolos dos dons do Espírito

Você precisa crer que para Deus nada é impossível. Não podemos nos basear no intelectual dos homens, mas na sabedoria de Deus. O Senhor quer que sejamos apóstolos dos dons do Espírito; não tem como uma pessoa que recebeu a efusão d’Ele não usar os dons. Deus pode nos dar um carisma especial e este ser transformado em ministério, como o ministério de cura, de milagres, entre outros; também o de governar, porque governar é um ministério.

Em Atos dos Apóstolos 11,26 está escrito que: “Durante um ano inteiro eles tomaram parte nas reuniões da comunidade e instruíram grande multidão, de maneira que em Antioquia é que os discípulos, pela primeira vez, foram chamados pelo nome de cristãos”. Ser chamados de cristãos é o mesmo que hoje ser chamado de carismático. Eles os chamaram assim porque viram os efeitos dos carismas. Cristão e carismático são sinônimos. A Igreja de hoje não pode ser diferente da Igreja primitiva, pois precisamos ser modelados nesta [Igreja primitiva].

Deus o abençoe!

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Você é chamado a ser profeta

Você é chamado a ser profeta, porque profeta é aquele por meio de quem Deus fala. Ele [Deus] quer que vivamos anunciando a volta de Nosso Senhor Jesus Cristo. Escreva e recorde-se disso: “Antes de vir como Justo Juiz, Eu virei como Rei de Misericórdia” – é por isso que estamos no tempo da misericórdia. Não percamos mais tempo!

O Senhor quer que lutemos constantemente para adorá-Lo, para rezar e viver as virtudes cristãs, principalmente amando e servindo o próximo. Esse é o caminho que todo cristão deve percorrer, o caminho do bem. Assim, vamos nos preparando para segunda vinda gloriosa d'Ele.

Vamos apressar a vinda do Senhor com nossa santidade de vida?

Vem, Senhor Jesus!

Deus o abençoe!

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Não estipule metas pequenas em sua vida

O Senhor quer que lutemos constantemente para rezar e viver as virtudes cristãs. Isso é coisa para santos, para pessoas que querem ser santas; este é o caminho do cristão, é o caminho de santificação, o caminho do bem. Essa é a receita para nos preparamos a vinda do Senhor.

Você pode achar que eu estou radicalizando, mas não o estou. Por isso, faça a meta de amar, entre na graça de Deus e em seu esforço você vai chegar longe: à santidade. E no céu só entram santos.

Ainda hoje pare, olhe de frente e decida-se a viver e a amar. O Senhor quer sua decisão, por isso, Ele o enche de graça. Não estipule metas pequenas em sua vida, estipule grandes. Não deixe as trevas ofuscarem o seu olhar. Por essa razão, precisamos do Espírito Santo.

Deus o abençoe

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Saber "adiantar-se" em direção à Cruz

"Sabendo, pois, Jesus todas as coisas que sobre haviam de vir, ADIANTOU-SE, e disse-lhes: a quem buscais ?"
S.João cap. 18, 4

No início do processo da paixão de Cristo que culminará com a sua morte, Jesus "adiantou-se" ao início da cruz.


"Adiantou-se"

Se quisermos ser e que nos chamem "Cristãos" temos que :

- Nos adiantar no serviço à caridade para os que nos estão próximos,

- Nos adiantar no início, desenvolvimento e finalização de todos os trabalhos, mesmo os que mais nos custam

- Nos adiantar na prática das mortificações activas e passivas que espreitam em cada recanto do nosso dia-a-dia.

- Nos adiantar na renuncia de comodidades e caprichos desnecessários e não essenciais.

Cristo tem necessidade de pessoas que se ADIANTEM em direcção à Cruz salvadora e redentora, para que, desta forma, fazendo-nos participantes da redenção, muitos mais se salvem e muitas faltas passadas e presentes sejam desagravadas.

Senhor que eu, em cada momento, me possa adiantar no serviço à tua Cruz !

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Doe-se por inteiro

Gaste sua vida por causa do Céu. Há uma passagem na Bíblia chamada o "Bom Samaritano" (cf. Lucas 10,25-37). Nela está escrito que este homem [bom samaritano] encontrou um doente na estrada, cuidou dele e o levou para a hospedaria e lá ele continuou cuidando do enfermo. Mas houve um momento em que teve de partir. Então, ele deu dois denários para que cuidassem do enfermo, dizendo que se faltasse algo daria ao voltar.

Santo Agostinho diz que este "Bom Samaritano" é Jesus e que o "dono da hospedaria" somos nós, e que o que "gastarmos" com os demais, Ele, o Senhor, nos pagará na vinda d’Ele. Ele lhe pagará a mais, por isso, gaste a sua vida pelo Reino de Deus, pelos próximos. Consuma-se por inteiro!

Deus o abençoe!

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Você já teve o seu encontro pessoal com Jesus?

Ver Jesus é uma necessidade urgente para este tempo. Somente quem consegue vê-Lo, ou seja, ter uma experiência profunda com Sua presença, consegue chegar às últimas consequências sem desanimar pelo caminho.

Não basta seguir aqueles que tiveram a graça de um encontro pessoal com Jesus. É preciso encontrá-Lo também, fazer nossa própria experiência. É pessoal, o próprio nome já diz tudo: eu preciso ter a minha própria experiência pessoal com Jesus.

Certamente que as experiências dos outros nos edificam, mas é preciso que cada um receba a graça do seu encontro pessoal com Jesus. E esse encontro é único, acontece para cada um de maneira diferente. A experiência não se repete, é totalmente pessoal.

Veja a importância desse encontro pessoal com o Senhor, o Cristo Vivo, e fazendo essa experiência, que você possa com a sua vida transmitir as maravilhas dessa grande graça aos demais, de maneira que ao virem a transformação da sua vida, possam clamar: "Queremos ver Jesus"!

Deus o abençoe!

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Deus é misericórdia

Onde está a nossa salvação, o nosso acerto? Onde está a salvação dos nossos? Na fé e na obediência. Infelizmente, carregamos esta consequência do pecado original: a rebeldia contra Deus. É só observar a rebeldia das crianças, que, desde pequenas, fazem o contrário do que queremos.

A primeira Carta de São João nos diz: "Se dissermos que não temos pecado estamo-nos enganando a nós mesmos, e a verdade não está dentro de nós" (1 João 1,8). É uma coisa linda, porque Deus é misericórdia. Se reconhecermos os nossos pecados e os confessarmos, declararemos para nós mesmos e para os outros que pecamos; e Deus está no ato deste nosso reconhecimento.

São Paulo diz sentir como se houvesse dois homens dentro dele. Um que quer fazer o bem; outro que quer fazer o mal. Que beleza quando reconhecemos essa nossa má inclinação e dizemos, diante de Deus, que pecamos! Pois o Senhor está ao nosso lado para perdoar os nossos pecados e nos libertar de toda a iniquidade.

Deus o abençoe!

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Precisamos ter ouvidos atentos para ouvir Deus

"Fala-me, Senhor, que o teu servo escuta" (1 Samuel 3,10). Nesse mesmo livro, vemos que Ana concebeu e deu à luz Samuel. No ano seguinte, ela o levou ao sacerdote Heli a fim de oferecê-lo a Deus, entregando-o para que ele servisse ao Senhor desde sua primeira infância.

No entanto, os olhos de Heli já não conseguiam enxergar, não apenas porque ele estava ficando velho, mas porque seus dois filhos se aproveitavam da situação dele para administrar o templo para o próprio prazer e vantagem. Heli via tudo aquilo, mas não tinha coragem de repreendê-los, de mudar a situação deles e dos outros que rodeavam o altar. Por isso, a expressão: "Os olhos de Heli estavam se apagando".

Meus irmãos, temos aqui um retrato do mundo atual, da situação religiosa do povo de hoje. O que está escrito a respeito dos filhos do sacerdote Heli está acontecendo também na Igreja. Veja quantos estão aproveitando-se do Evangelho, criando “igrejas” por aí, não com o objetivo de evangelizar, mas para as próprias vantagens. Essa Palavra é mais do que nunca atual.

Precisamos ter ouvidos abertos, atentos para ouvir Deus, porque as coisas não vão mudar se nós não tivermos coragem de enfrentar as situações e mudá-las. Não que o Senhor fale com uma voz audível, mas o faz em nosso interior, no nosso coração. Só assim teremos a coragem de mudar as coisas, primeiro neste templo que somos nós.

Deus o abençoe!

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Libertados através dos dons do Espírito Santo

Hoje o Senhor está à porta. Ele está muito perto, muito perto mesmo. Claro que, para Deus, mil anos são como um dia, e um dia são como mil anos. Por isso é que se faz necessário que estejamos suficientemente convertidos. E enquanto aguardamos a manifestação de Nosso Senhor Jesus Cristo, precisamos dos dons do Espírito para a nossa transformação pessoal.

Deus foi nos buscar nas “encruzilhadas” da vida e nos trouxe para a sala do banquete da festa do seu Filho que está para chegar. Somos a noiva aguardando o Esposo. Há ainda muitos irmãos na “rua”. Somos enviados a buscá-los; este é o nosso trabalho: ir e voltar. Estamos na “sala”, já temos um lugar garantido. Nosso trabalho é ir e voltar, trazendo irmãos para a “sala do banquete”, para que todos aqueles que são do Senhor e querem aceitar o seu convite venham.

Façamos este trabalho por nossos irmãos machucados, amarrados, presos, escravizados pelo inimigo. Escravizados a todo tipo de pecado, vícios e prisões. Prisões da mente, dos corações, da incredulidade. Para que eles possam vir, são necessários os dons do Espírito Santo de Deus, e todos os dons. Os dons são ferramentas com as quais libertaremos nosso irmão. Na nossa própria casa, há pessoas morrendo de sede, sede de Deus; morrendo de fome, fome de Deus. Nós não podemos negar ajuda a esses irmãos. Você não pode negar a seu marido, esposa, filhos, aos seus pais, a sua mãe, o poder do Espírito Santo; eles necessitam d’Ele.

Não nos será possível livrar nossos irmãos só com o nosso trabalho, com a nossa exortação. Se não for pelo poder do Espírito Santo, por meio dos dons d’Ele, não o conseguiremos.

Clame comigo:

"Vem, Senhor Jesus. Vem agora com o teu Espírito, com poder. Vem com os dons espirituais, ferramentas para a salvação de todos os nossos irmãos. Eu preciso, Senhor, dos dons do Espírito Santo. Vem, Espírito Santo de Deus!".

Deus o abençoe!

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Pela fé experimentamos o poder de Jesus

No Evangelho segundo Marcos somos colocados diante de dois fatos maravilhosos, nos quais podemos contemplar o poder de Jesus (cf. Mc 5,21-43).

Jesus, em Sua infinita misericórdia, atende ao pedido de Jairo, colocando-se a caminho para curar sua filha e no percurso encontra a hemorroíssa que toca no Seu manto e fica completamente curada da hemorragia.

Esses dois fatos destacam o poder de Jesus contra a doença e contra a morte. Os dois fatos acontecem primeiramente devido à fé de Jairo e daquela mulher hemorroíssa.

A fé é a primeira condição que nos leva a experimentar a manifestação do poder de Jesus.

Diante de qualquer situação que você esteja passando no dia de hoje, olhe para esses dois fatos, pois o poder de Jesus está sempre acima de toda e qualquer situação.

Deus o abençoe!